A Polícia Civil, por intermédio da Delegacia de Polícia de Pedro Afonso, cumpriu na última terça-feira, 29, Mandados de Prisão Preventiva em desfavor de Elício Carlos Ribeiro dos Santos, de 35 anos, e Antônio Luiz Martins da Silva, 32 anos, expedidos, respectivamente, pela Vara de Execução Penal de Marabá- PA e 4ª Vara Criminal de Imperatriz-MA.

Conforme o delegado regional Wlademir Costa Mota Oliveira, após obter informações de que alguns indivíduos, de alta periculosidade, estariam na região circulando em um veículo gol, de cor vermelha para, supostamente, praticar atividade criminosa, os policiais civis deram início aos levantamentos no intuito de localizar o paradeiro dos suspeitos.

Após algumas horas, o veículo foi localizado próximo às margens do rio Sono, do lado da cidade de Pedro Afonso e abaixo da ponte que liga esta cidade ao município de Bom Jesus do Tocantins. Durante à abordagem, os investigadores encontraram no interior do veículo quatro indivíduos em atitude suspeita e, por ordem do delegado de polícia local, eles foram conduzidos para a delegacia, onde se contatou que um deles estava foragido da Cadeia Pública de Eldorado dos Carajás-PA e outro deveria estar em prisão domiciliar na cidade de Imperatriz-MA.

 Um dos presos foi identificado como sendo Elício Carlos Ribeiro dos Santos, o qual tem vasta passagem pela polícia do Pará por roubo de carga e é suspeito de atuar em diversos assaltos, do tipo; “saidinha de banco”, em Marabá, e também é suspeito de matar um comparsa de assalto e integrar uma quadrilha de assaltantes que atuam em vários Estados brasileiros.

O outro foi identificado como sendo Antonio Luiz Martins da Silva, o qual responde a processo criminal pelo sequestro do menino Pedro Paulo, crime de grande repercussão nacional, ocorrido na cidade de Imperatriz-MA, no dia 27 de julho de 2012. As prisões foram comunicadas ao Juízo Criminal da Comarca de Pedro Afonso para as providências cabíveis quanto o encaminhamento ao devido estabelecimento prisional. Quanto aos demais indivíduos, após certificação que nada havia contra eles, foram liberados e o veículo será encaminhado a Polícia Militar por estar em situação irregular dos termos do Código de Transito Brasileiro.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.