Maníaco, Thiago Henrique Gomes da Rocha, de 26 anos
Maníaco, Thiago Henrique Gomes da Rocha, de 26 anos

A Polícia Civil de Goiás prendeu por volta da 18h desta terça-feira,14, no Conjunto Vera Cruz, na Capital, Thiago Henrique Gomes da Rocha, de 26 anos, que teria confessado 39 assassinatos em Goiânia. Tiago é vigilante e foi preso em sua residência, com o uniforme da empresa de segurança particular Forte-Sul e com uma arma.

As informações foram confirmadas na manhã desta quarta-feira,15, pelo Secretário de Segurança Pública de Goiás em entrevista a rádios de Goiânia.

O assassino no momento da prisão confessou ter matado 39 pessoas na capital. Ele assume a autoria das mortes de mulheres, moradores de rua, travestis além de outros crimes.

Segundo informações preliminares o homem disse não ter motivação para cometer os homicídios e que matava por prazer. Ele também estaria sendo investigado por roubo a lotéricas. Apesar de todos os supostos crime cometidos, a PC informou que ele não tem passagens pela polícia.

O Mandado de prisão provisória foi expedido pelo juiz Jesseir Coelho de Alcântara. Hoje pela manhã, Thiago foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) para fazer exames de corpo de delito. A PC convocou uma coletiva de imprensa às 11h30 de hoje, no prédio da SSP, no Setor Aeroviário, para falar do caso, mas a apresentação do suspeito só deve acontecer amanhã. Quatro pessoas da família de Thiago estiveram na Delegacia de Homicídios hoje, mas por orientação de um advogado, não se pronunciaram.

Uma foto do suposto assassino em série começou a circular nas redes sociais nesta manhã. A Polícia Civil confirmou que se trata de Thiago Henrique.

O advogado de defesa do suspeito, Thiago Huáscar disse à imprensa que ainda não teve acesso aos autos das investigações, mas assim que tiver deve começar a montar a estratégia de defesa. Ele fez questão de ressaltar que o cliente deve ser tratado como investigado. “Thiago é réu primário. Não tem passagens pela polícia. Ele é apenas investigado e não acusado”, disse.

Pelo twitter, o governador de Goiás, Marconi Perillo, disse que foi informado na madrugada sobre a prisão e sobre a confissão do suspeito. Marconi disse que mais informações seriam divulgadas ao longo do dia. ”Sei que isso não preenche a lacuna deixada pela morte de pessoas queridas, mas serve de conforto aos familiares e à sociedade”, disse.

O vigilante preso suspeito de 39 crimes na capital, entre eles de mulheres e moradores de rua, foi denunciado no ínicio da ano pelo furto de placas de uma motocicleta Honda Biz ocorrido no dia 08 de janeiro deste ano em um supermercado no Centro de Goiânia. Uma semana depois do registro da ocorrência, ele foi abordado em Campinas em uma motocicleta com as placas adulteradas. A polícia  descobriu que se tratava das placas furtadas.

GGovernador Marconi Perillo no Twitter

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.