A Diretoria do Sindicato dos Servidores Públicos no Estado do Tocantins (SISEPE-TO), juntamente com outros sindicatos, se reuniu hoje, pela manhã, com o secretário-chefe da Casa Civil, Rolf Vidal, e com o subsecretário estadual da Administração, Edson Cabral, para discutir sobre o funcionamento do Plansaúde. A principal mudança apresentada é que o plano agora será gerido pelo governo do Estado, que ficou responsável por fazer os credenciamentos e pagamentos dos prestadores de serviço. Outra novidade, o segurado não precisará autorizar previamente a guia para consulta, exame ou procedimento, que será liberada diretamente pela clínica, laboratório ou médico que fará o atendimento.

Os diretores do SISEPE-TO questionaram sobre a falta de atendimento em Gurupi, Imperatriz (MA), Campos Belos (GO), Goiânia (GO) e Brasília (DF) dos médicos, clínicas e hospitais credenciados. Os representantes do governo explicaram que existe uma decisão judicial garantindo que os prestadores de serviço já credenciados deverão manter os atendimentos por 60 dias, e Cabral informou que visitará os hospitais dessas cidades na próxima semana para buscar uma solução e regularizar o serviço. O SISEPE-TO orienta que, caso algum profissional de saúde credenciado não faça o atendimento, o servidor faça a reclamação no Plansaúde.

A gestão do Plansaúde até o último dia 6 era feita pela Unimed Centro-Oeste e Tocantins, mas agora uma nova forma de administração está sendo implantada. A nova empresa contratada, a Infoway, ficará responsável pela central de atendimento aos segurados – serviço de call center – e informatização e programa de funcionamento do plano. Por exemplo, no momento os médicos, clínicas e todas as prestadoras de serviço ao Plansaúde devem entrar em contato com a Infoway para fazer o cadastro para liberarem os atendimentos dos usuários.

O SISEPE-TO ressalta que está acompanhando de perto essas mudanças no Plansaúde e fiscalizando se a prestação do serviço está ocorrendo de forma correta. O sindicato está a disposição dos seus filiados para auxiliar e representar suas demandas.

Também participaram da reunião representantes da Ifoway e dos sindicatos dos Trabalhadores em Educação no Tocantins (Sintet), dos Trabalhadores em Saúde no Tocantins (Sintras), dos Policiais Civis no Tocantins (Sinpol) e dos Médicos no Tocantins (Simed).

Serviço

Central de Atendimento do Plansaúde – 0800-042-0382 (recebe ligação de celular) – serviço 24 horas, todos os dias

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.