João Francisco Feitosa

No final da tarde da última quinta-feira, 31, a Polícia Civil do Tocantins, por meio da 10ª Delegacia Regional de Araguatins, deflagrou, em Imperatriz – MA, uma ação de combate à criminalidade que resultou na prisão de João Francisco Feitosa.

Ele é suspeito pela prática do crime de estupro de vulnerável e foi capturado, mediante cumprimento de mandado de prisão preventiva, expedido pelo Juízo Criminal da Comarca de Augustinópolis, quando se encontrava nas imediações do bairro Bacuri.

Conforme o delegado regional Eduardo Morais Artiaga, responsável pelo caso, o indivíduo já estava sendo investigado pela Polícia Civil do Tocantins, há algumas semanas, devido a fortes indícios de que ele estava abusando sexualmente de duas enteadas, desde que uma delas tinha apenas cinco anos de idade. Atualmente, as adolescentes têm 12 e 16 anos.

Ainda segundo o delegado regional, os abusos eram cometidos na residência onde o autor e as vítimas moravam, juntamente com a mãe das adolescentes, em Sampaio. A investigação policial também apontou que, para tentar assegura a impunidade de seus crimes, João Francisco ameaçava as duas irmãs de morte, caso relatassem os abusos que sofriam.

A vítima mais nova passou por exames periciais que comprovaram a prática dos abusos e, desta maneira, o delegado representou, junto ao Poder Judiciário, pela prisão de João Francisco. No entanto, após a expedição da ordem de prisão, o suspeito fugiu para Imperatriz, onde estava escondido.

Após diligências e levantamentos realizados pela equipe da 10ª DRPC, o homem foi localizado no Estado vizinho e, nesta quinta-feira, foi preso, nas proximidades do Bairro Bacuri. O indivíduo foi apresentado na Delegacia local e, em seguida, recolhido no presídio de Imperatriz, onde aguardará recambiamento para a Cadeia Pública de Augustinópolis.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.