Retrato falado do assassino

A Polícia Civil de Parauapebas – Pará, abriu inquérito policial para apurar o assalto que terminou com a morte de Deivid Borba Alves. A vítima era proprietário de um posto de combustíveis na cidade.

O crime aconteceu por volta das 15h30 de domingo, 10, quando a vítima chegava ao posto de combustíveis denominado “Altamira”, localizado na rua Paulo Afonso, bairro Guanabara, instante em que avistou uma dupla de bandidos assaltando um dos frentistas da empresa.

Indignado com a ação criminosa, Deivid Borba que dirigia um veículo Prisma branco, reagiu ao assalto indo atrás dos bandidos, enquanto um fugia em uma moto, o outro elemento corria pela rua.

Ao alcançar o homem que estava correndo armado e usando capacete, Deivid Alves tentou atropelar o mesmo, chegando ainda derrubá-lo, instante em que o bandido atirou contra a vítima que foi atingida no peito.

Deivid Borba – vítima de assassinato

Após balear Deivid Borba, os assaltantes deixaram o local tomando rumo ignorado, enquanto que a vítima foi socorrida pela Guarda Municipal e encaminhada para o Hospital Geral de Parauapebas (HGP), porém, não resistiu e morreu.

A polícia requisitou as imagens das câmaras de segurança do posto e também das imediações, na tentativa de identificar os autores do crime.

Na tarde desta segunda-feira, 11, a polícia divulgou o retrato falado do suspeito de matar Deivid Borba.

Quem tiver informações que levem ao paradeiro do assassino, ou que venha a reconhece-lo em algum lugar é só ligar para a polícia civil ou enviar uma mensagem no WhatsApp no número: (94) 9 9207-0262 ou (94) 9 – 9264-5348.

A sua identidade será mantida no mais absoluto sigilo. (Caetano Silva)

 

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.