Agentes do GOTE participam de treinamento de tiro, granada e explosivos
Agentes do GOTE participam de treinamento de tiro, granada e explosivos

Visando o aprimoramento técnico do procedimento tático policial, o Grupo de Operações Táticas Especiais (GOTE) da Polícia Civil participa desde ontem, 1°, de um treinamento de tiro, granada e explosivos, no Clube de Tiro Esportivo de Palmas. O treinamento, que acontece mensalmente, tem encerramento nesta quarta-feira, 2, e alcança todos os 15 integrantes do GOTE.

O diretor do Grupo de Operações, Rildo Barreira, explicou que durante o treinamento estão sendo abordadas táticas como Confronto em Ambiente Fechado (CQB); tiro de precisão a 100,  200 e 300 metros (Sniper); técnicas de adentramento em presídios; deslocamento em viatura com tiro em movimento; abordagem veicular e  montagem e desmontagem de explosivos.  “É um treinamento periódico e importante para evitarmos erros nos procedimento táticos policiais. A nossa equipe precisa cotidianamente disso para superar as dificuldades de armamento em técnicas e precisão de tiro”, afirmou o diretor.

No treinamento ocorrido ontem, também foi realizado o nivelamento de conhecimento já adquirido pelos integrantes do GOTE com as técnicas adquiridas pelos instrutores Leonardo Gomide e Mário Justiniano, que também são agentes do Grupo de Operações e estiveram de 20 de julho a 1° de agosto participando do Curso Básico de Explosivistas, na Coordenadoria de Recursos Especiais da Polícia Civil do Rio de Janeiro (CORE).

Para o agente do GOTE, Mário Justiniano da Silva, participar do treinamento de tiro, granada e explosivos é importante porque o prepara para situações diversas. “Vai nos condicionar para agirmos de forma correta e garantir a segurança da população e do grupo”, disse.

Os instrutores, nos dois dias de treinamento, são Rildo Barreira, Leonardo Gomide, Ariston Ribeiro de Araújo e Mário Justiniano.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.