Cansados de esperar pelo poder público, moradores do setor São Miguel, em Araguaína, resolveram fazer a sinalização de trânsito por conta própria. O asfalto foi feito há pouco tempo e o risco é grande em praticamente todo o bairro porque as ruas não têm sinalização.

“É muito perigoso porque aqui é uma esquina de muito movimento. As crianças que saem do colégio, pessoas que passam. É uma rua principal, tem que ter sinalização e um quebra-molas para coibir os acidentes”, afirmou a comerciante Elza Reis.

Em vários cruzamentos foi pintada a palavra ‘PARE’. A iniciativa foi do filho da aposentada Raimunda Carvalho. “Estava tendo muito acidente aqui. Aí ele foi fazer porque não tem a placa de Pare. Eu ficava brigando com ele, mas ele foi fazer por causa dos acidentes”, disse.

A iniciativa foi aprovada pelos moradores. “A prefeitura parece que esquece da gente. Eu estou gostando porque vai incentivando todas as ruas. Se tiver o sinal a pessoa pode até parar, mas se não tiver não tem nem conversa [sic]”, afirmou o aposentado Pedro Ferreira.

Os moradores até procuraram a prefeitura para tentar uma solução, mas a resposta não foi a que se esperava. “Nenhuma solução foi trazida para nós. Ligamos e eles só falam que está sem material, mão de obra, equipe para fazer ou que está em licitação. Sempre colocando um jeito de empurrar o problema”, afirmou o estudante Eduardo Persa.

Segundo a Prefeitura, as vias que cruzam as ruas vão ser sinalizadas nos próximos 10 dias e a população deve fazer o pedido na agência de segurança do município e aguardar o cumprimento do serviço.

(G1)

 
Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.