O Agosto Dourado faz uma alusão à definição que a Organização Mundial da Saúde – OMS dá para o leite materno: o alimento de ouro para a saúde dos bebês. Devido à importância da data, o Instituto Saúde e Cidadania – ISAC preparou para os acompanhantes dos pacientes internados no Hospital Municipal de Araguaína – HMA uma palestra sobre a importância da amamentação.

Na tarde da última terça-feira, 14, a brinquedoteca da unidade recebeu mamães e crianças para uma conversa com a nutricionista e coordenadora do Banco de Leite Humano de Araguaína, Luiza Theodoro, que reforçou as vantagens da amamentação para o desenvolvimento da criança.

Luiza destacou que o leite materno é o alimento mais completo que os bebês podem ter nos primeiros meses de vida e aproveitou para dar dicas práticas de como realizar a amamentação corretamente. A oportunidade também foi propícia para além de divulgar o banco de leite humano da cidade.

“A mãe não precisa ir ao hospital, só precisa entrar em contato com a gente. Fazemos a visita, levamos todo o kit com frascos esterilizados, touca, máscara e luva. A mamãe retira o leite em casa e depois vamos recolher os frascos”, explicou Luiza.

Um pote de leite materno doado pode alimentar até 10 recém-nascidos por dia. Dependendo do peso do prematuro, 1 ml acaba sendo o suficiente para nutri-lo a cada vez que ele for alimentado.

Alimento de ouro

Eduardo Campos, gestor de nutrição do HMA, recomenda que toda criança recém-nascida deve ser alimentada exclusivamente pelo leite materno. “Ele contém todos os nutrientes necessários para que a criança se desenvolva, além de protegê-la de problemas futuros como diabetes tipo 2 e obesidade”, destacou Eduardo.

Mãe da pequena Kiara de três meses, Paula Oliveira ficou satisfeita com o volume de informações ao qual teve acesso durante a palestra.

“Embora eu já tivesse conhecimento de tudo o que foi passado, tiveram outras mães que não sabiam, e isso é muito importante para que elas possam cuidar ainda mais dos seus filhos”, disse.

Banco de Leite

O banco de leite humano funciona desde 2010 no Hospital Dom Orione e milhares de crianças já foram beneficiadas. Toda mãe amamentando está apta para realizar a doação, basta ter vontade.

As interessadas podem ligar no telefone (63) 3411-8787 (Ramal 2358) e agendar uma visita dos profissionais do banco de leite.

 

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.