O Ministério da Educação (MEC) realiza a terceira etapa do simulado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no dia 3 de setembro. O teste, que aconteceria no dia 13 de agosto, foi alterado em razão da proximidade com a data das olimpíadas. Ele visa oferecer condições para os estudantes testarem seus conhecimentos em uma prova elaborada nos mesmos moldes do Enem. A quarta e última etapa da avaliação estará disponível a partir de 9 de outubro.

O simulado é composto por 80 questões e os estudantes contam com 4 horas seguidas para finalizá-la. A prova permite que estudantes façam uma autoavaliação, treinem e ganhem ritmo para o exame oficial. Para participar é necessário se cadastrar no site www.geekiegames.com.br. Além de ter acesso à nota obtida imediatamente após a realização do simulado, o estudante poderá verificar se atingiu ou não a nota de corte do curso ou universidade em que deseja ingressar.

De acordo com a coordenadora do Ensino Médio da Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc), Maristélia Alves dos Santos, o simulado é uma ferramenta que tem como reflexo a melhoria do desempenho no exame definitivo. “É importante que o aluno participe do simulado para que ele esteja melhor preparado, não só em relação ao conteúdo, mas também para diminuir a ansiedade, o nervosismo , além de dar a ele a dimensão de como está utilizando o tempo na resolução das questões, fator decisivo para atingir um bom resultado”, enfatiza.

Novidades

Nesta edição do simulado, a quantidade de questões inéditas é de cerca de 75% do total da prova. Os participantes que realizarem a avaliação pelo aplicativo Android poderão visualizar um ranking que mostra o posicionamento da nota do aluno frente aos outros candidatos que escolheram o mesmo curso.  Para auxiliar os alunos na preparação para o Enem, o MEC disponibiliza às escolas os relatórios de desempenho dos estudantes que fizeram os simulados, permitindo a elaboração de aulas com enfoque nos resultados obtidos.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.