Foi protocolado nesta quinta-feira, 18, o pedido de licença do deputado Olyntho Neto (PSDB), que se afastará temporariamente das atividades legislativas para se dedicar a sua campanha a prefeito de Araguaína.  Será uma licença de 45 dias, sem remuneração, em conformidade com o artigo 231 do Regimento Interno dessa Casa de Leis. Devido ao fato de o período de afastamento ser inferior a 120 dias não haverá convocação de suplente.

Na sessão da última terça-feira, 16, Olyntho usou a tribuna para comentar sobre seu afastamento e que renunciará à remuneração do cargo de deputado neste período por entender que não executará suas atividades, mas que apesar da licença pode retornar ao Parlamento para a discussão de matérias impopulares.

“Vou me afastar, mas se por acaso aparecer projetos nesta Casa contra interesses da população, voltarei para me posicionar e me contrapor a qualquer iniciativa antipopular”, adiantou Olyntho. (Maisa Medeiros)

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.