fecomercio
fecomercio

Mais uma data importante para o comércio confirma o cenário econômico recessivo nacional. As vendas no Dia dos Pais em Palmas neste ano revelaram uma queda na Capital. A pesquisa de sondagem de vendas feita em Palmas apontou que 53,5% dos empresários entrevistados disseram ter tido redução. O valor médio gasto ficou entre R$ 50 e R$ 100 reais, respondendo por 31,7% dos entrevistados. A pesquisa foi realizada pelo Instituto Fecomércio Tocantins em parceria com a Universidade Federal do Tocantins (UFT).

A pesquisa também revelou que apenas 5,9% dos entrevistados disseram ter tido aumento nas vendas com relação ao ano passado, enquanto 37,6% afirmaram que as vendas foram iguais às de 2014. “Esse cenário já era esperado, visto que a pesquisa anterior, a de expectativa de consumo, já revelava essa queda. A situação da economia nacional continua refletindo aqui no Tocantins, infelizmente”, afirmou o presidente do Sistema Fecomércio Tocantins, Itelvino Pisoni.

Das empresas que confirmaram ter tido aumento nas vendas, 50% responderam que esse aumento foi de 5%. Já as que afirmaram ter tido redução nas vendas, 38,9% revelaram uma diminuição superior a 20%.

Quanto à forma de pagamento, a mais utilizada foi o cartão de crédito, que teve seu uso acusado por 62,4% dos entrevistados. O total de 54,5% das empresas realizou algum tipo de promoção para o Dia dos Pais, e a forma mais adotada de promoção, foi o oferecimento de descontos especiais, respondendo por 90,9%.

Na parte do estoque, foi verificado que 49,5% responderam ter sido igual ao do ano passado. Já a contratação de funcionários temporários revelou que 93,1% das empresas não contrataram no período. E entre as que o fizeram, 71,4% contrataram entre um e dois funcionários, mas 69,2% das empresas não efetivaram esses funcionários temporários.

Sobre a pesquisa

Uma realização do Instituto Fecomércio Tocantins em parceria com a Universidade Federal do Tocantins (UFT), a pesquisa de sondagem de vendas no período do Dia dos Pais ouviu 101 empresários comerciais entre os dias 10 e 12 de agosto na Capital. Foram pesquisadas empresas que comercializavam produtos que atendessem aos desejos da comunidade palmense, identificados em pesquisa anterior, como vestuários, calçados, eletrônicos, eletrodomésticos, celulares, informática, jóias, relógios, perfumes, livros e revistas, materiais esportivos e de pesca, viagem,  entre outros.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.