A sessão desta terça-feira, 25, da Assembleia Legislativa do Estado do Tocantins entrou pra história, com um gosto especial para Araguaína e região, que passou a receber, ao vivo, o sinal da TV Assembleia.Em sessão presidida pelo Deputado Jorge Frederico (SD), que foi auxiliado na primeira secretaria pela Deputada Valderez Castelo Branco (PR) e na segunda secretaria pelo Deputado Elenil da Penha (PMDB), todos de Araguaína, os deputados destacaram a importância de se levar o sinal da TV AL para a segunda maior cidade do estado.

Um dos grandes idealizadores da implantação da TV Assembleia em Araguaína, Jorge Frederico comemorou o fato histórico. “Fizemos história hoje, levando o sinal da TV Assembleia para Araguaína e região, agora, mais 300 mil tocantinenses poderão acompanhar nosso trabalho, ver o que cada representante seu faz aqui neste parlamento”, destacou.

Frederico destacou ainda a emoção de presidir a primeira sessão integralmente transmitida para Araguaína. “Como filho e cidadão de Araguaína, pra mim é motivo de honra e emoção poder presidir essa histórica sessão, ainda mais sendo secretariado pelos Deputados Valderez e Elenil, numa mesa toda de Araguaína; destaca ainda o empenho do Deputado Olyntho Neto e do presidente desta casa, Deputado Osires Damaso”, finalizou.

Com a proposta de levar ao telespectador a transmissão dos trabalhos legislativos, a operação da TV AL no Tocantins começou na capital em 2013, pelo canal 61 HD, integrando a Rede Legislativa por meio de uma parceria com a TV Câmara dos Deputados e TV Senado. No mês passado, o presidente Osires Damaso (DEM) iniciou o processo de expansão da TV Assembleia levando o sinal para Paraíso, que agora chega em Araguaína e em breve também estará em Porto Nacional.

 Através do canal 26 os telespectadores de Araguaína poderão acompanhar as transmissões das sessões plenárias ao vivo e reprisadas, reunião de comissões, audiências, entrevistas e reportagens.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.