A pesquisa com mandioca prevê diferentes colheitas em épocas distintas
A pesquisa com mandioca prevê diferentes colheitas em épocas distintas

A Embrapa está participando do Agosto Verde, série de atividades programadas pela Secretaria de Desenvolvimento Rural (Seder) e que estão ocorrendo em Palmas-TO. Nesta terça, 18, acontece o Dia Técnico do Leite e da Agroindústria, marcado para uma propriedade particular em Taquaruçu 2ª Etapa a partir das 9h. Uma das palestras é sobre a utilização de concentrado para vacas em lactação. Cláudio Barbosa, analista de transferência de tecnologia da Embrapa Pesca e Aquicultura, vai falar sobre o assunto.

Já no dia 20 de agosto, a partir das 13h30, haverá o circuito Agrotins, que conta com cinco estações técnicas e está marcado para o Centro Agrotecnológico de Palmas (Rodovia TO 050, km 23). Duas dessas estações estão sob a responsabilidade de pesquisadores da Embrapa. Rodrigo Almeida vai falar sobre integração lavoura-pecuária-floresta (ILPF) e Gustavo Campos sobre experimento com a cultura da mandioca.

Dia de campo – E a mandioca também será tema de outra atividade dentro do Agosto Verde. Marcado para 29 de agosto, a partir das 9h, dia de campo acontecerá em propriedade rural, novamente em Taquaruçu. O pesquisador Gustavo está à frente de um projeto que vem trabalhando para chegar a cultivares de mandioca mais apropriadas para o Tocantins.

Ele conta que “a pesquisa, aliada à transferência de tecnologias, está chegando aos primeiros resultados na região de Palmas, com a indicação de cultivares locais para duas épocas de colheita no caso de mandioca de mesa e uma época de colheita no caso de mandioca industrial. Nesta primeira etapa, ainda serão avaliadas mais duas épocas para mesa e três épocas de colheita para mandioca de indústria no decorrer dos próximos meses”.

No dia de campo, continua, “serão entregues aos produtores e técnicos os primeiros resultados. Os resultados serão a indicação de quais cultivares apresentaram melhores índices de produção, inclusive mostrando quais foram as características avaliadas e como cada cultivar se sobressaiu ou não”. Entre os principais índices que estão sendo avaliados na pesquisa, estão a altura da planta, o número e a massa das raízes, a porcentagem de amido da polpa e as cores da polpa e da película (casca externa).

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.