Um acidente aéreo, nesta quarta-feira 29, deixou sem vida Eguimar de Sousa Rezende, 42 anos em Colinas, região norte do Estado. Durante um sobrevôo panorâmico sobre a cidade o ultraleve que ele pilotava caiu sobre um dos anexos da Faculdade Integrada de Ensino Superior de Colinas (Uniesp).

Os bombeiros de Colinas foram acionados por volta das 18h30 para socorrer a outra vítima, Adenelson Carlos Lima, 40 anos, que também estava na aeronave no momento da colisão. Com a batida, o corpo de Adenelson quebrou o telhado e o forro do prédio, caindo diretamente no chão. Os bombeiros realizam o atendimento pré-hospitalar e encaminharam a vítima para o hospital municipal de Colinas.Adenelson sofreu apenas leves escoriações e não corre risco de morte.

Para retirar o corpo do piloto, que morreu no local, os bombeiros acionaram a equipe de salvamento em altura. “Tivemos dificuldades em acessar o local onde o corpo estava porque o prédio não possuía pontos fixos para ancoragem das cordas”, explicou o tenente dos bombeiros Lázaro Nogueira.

Segundo informações do sobrevivente, eles testavam o ultraleve quando o mesmo perdeu altitude; ao tentar retomar o controle, Eguimar acabou colidindo contra o anexo do curso de enfermagem da Uniesp.  Adenelson informou que é o proprietário do ultraleve, que ele e o piloto possuíam brevê e que decolaram a partir de uma pequena pista da faculdade.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.