A Secretaria Municipal de Saúde de Araguatins, Talita Raquel, informou que onze médicos atuam no município atualmente.

medicos apresentados pela secretaria de saude de araguatins
medicos apresentados pela secretaria de saude de araguatins

No antigo SESP a secretaria disse que atuam três médicos, são eles: Alexandre Frauzino, Welker Paulo Dantas e Eloísa Martins.

Talita informou ainda que os médicos: Tibério Neto, Rodrigo Porto, Ana Priscila Costa, atuam no antigo SESP e na zona rural de Araguatins, mas não disse especificamente em que distrito ou localidade do município os médicos realizam atendimentos.

Na Vila Cidinha a secretaria disse que os atendimentos são feitos pela médica Gisela Pereda Dias. Simydarkuia Araújo, Wiston Dantas e Juliane Santana na Vila Miranda e Mônica Rocha atua apenas na zona rural, mas não especificou também em que lugar do município são feito os atendimentos.

Talita afirma que além das consultas médicas, são oferecidos para a população araguatinense serviços de acompanhamento de pacientes com diabetes, hipertensão, gestante, pré-natal, consulta e diversos outros serviços.

Contradição

Pacientes precisam levar ventiladores para Hospital de Araguatins (Foto: Reprodução/TV Anhanguera TO)
Pacientes precisam levar ventiladores para
Hospital de Araguatins
(Foto: Reprodução/TV Anhanguera TO)

Segundo a população de Araguatins a realidade é outra, a precariedade no sistema de saúde do município é enorme, colocando até mesmo vidas em risco, o Hospital Municipal que é considerado de urgência e emergência, não realiza nenhuma cirurgia, e nem mesmo procedimento de parto normal.

Pacientes são atendidos em corredor do hospital de Araguatins (Foto: Reprodução/TV Anhanguera TO)
Pacientes são atendidos em corredor do hospital de Araguatins (Foto: Reprodução/TV Anhanguera TO)

Quando usuários precisam desses atendimentos são encaminhados para o hospital de Augustinopolis ou para hospitais de outros estados.

A população reclama ainda da estrutura precária, da falta de medicamento e de médico. “Aqui a gente não está tendo médico. Nós precisamos de médico, de medicamento para a cidade, porque aqui é ruim”, afirmou o Sr. João Vieira.

 

 

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.