tereza hilário ribeiro
tereza hilário ribeiro

A Prefeitura de Araguaína e a Caixa Econômica Federal assinam nesta terça-feira, 20, às 15h, na sala de reuniões do Gabinete, na Avenida José de Brito um Termo de Cooperação Técnica em que informa que o município terá um supervisor exclusivo da Caixa Econômica Federal para acompanhar a elaboração dos projetos e auxiliar no cumprimento de toda a legislação envolvendo a liberação de recursos do Governo Federal e emenda parlamentares.

O secretário Júlio César Sampaio, à frente da Captação e Gestão de Recursos, explica que a presença do supervisor trará mais segurança na entrega das documentações exigidas. “Isso refletirá em mais agilidade para a liberação de recursos porque os projetos estarão livres de qualquer pendência, que atrasa o processo. Isso também garante mais seriedade aos trâmites entre a prefeitura e Caixa”, conta.

Auxílio

Além do acompanhamento, o supervisor dará orientações quanto à elaboração dos projetos, esclarecerá dúvidas e fará análises pertinentes às exigências da Caixa. “E os contratos com recursos já empenhados são os principais focos do trabalho do supervisor”, enfatiza Júlio.

Os contratos antigos com pendências nas documentações também serão reavaliados e adequados para a liberação dos recursos. Atualmente, 32 contratos e convênios serão acompanhados pelo representante da Caixa.

O supervisor Saturnino Batista Pereira esclarece que a presença do profissional acontece em municípios com mais de 100 mil habitantes devido às facilidades que a Caixa deu para contratos com valores mais baixos para municípios menores. “Com isso o Governo dará mais atenção a municípios como Araguaína, que possuem projetos mais complexos e mais caros. Este apoio vai desde o preenchimento de formulários até a assistência técnica, em regime de exclusividade”, informa o supervisor.

“A quantidade de contratos que a prefeitura tem hoje com a Caixa Econômica também é um grande motivador da presença do profissional”, completa o secretário Julio.

PAC II

O encontro também marcará a entrega de toda a documentação do município para o Programa de Aceleração do Crescimento – PAC 2, 2ª etapa, para pavimentação. “Este é um contrato do Governo Federal direto com a prefeitura e daqui, a Caixa entregará os documentos para a Secretaria do Tesouro Nacional para análise e posterior liberação”, lembra Júlio. A prefeitura pleiteia cerca de R$ 10 milhões para obras de pavimentação em Araguaína.

Os bairros atendidos serão Cruzeiro, Jardim das Palmeiras do Norte, Jardim Esplanada, Aeroviário, São Miguel, Martins Jorge e Oeste. “Há, ainda, outro contrato do PAC II, 3ª etapa, no valor de mais de 40 milhões de reais que virão pelo Estado”, finaliza o secretário. Neste último, as obras serão em 14 ruas principais e mais de 30 bairros beneficiados.

 

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.