travessia dos fortes
travessia dos fortes

Os organizadores da corrida “DESAFIO DOS FORTES” já estão ultimando os preparativos para realização da 3ª edição do evento, prevista para ocorrer no dia 20/outubro/2013 (domingo), em Palmas. A corrida “DESAFIO DOS FORTES” é uma prova que tenta suprir a carência de eventos esportivos de pedestrianismo (corrida de rua) no Tocantins e, aos poucos, vem ganhando a simpatia e o carinho dos corredores de rua do Tocantins, por priorizar a satisfação, conforto e segurança dos competidores.

O desafio, que é organizado pelos próprios corredores de rua de Palmas, não tem finalidades lucrativas, mas busca estimular a competitividade, mediante premiações oferecida aos melhores colocados, inclusive nas faixas etárias. Para isso, assim como nos anos anteriores, haverá a necessidade de cobrança de inscrição dos participantes, com valor ainda a definir.

Segundo a organização, as vagas continuarão sendo limitadas, em cerca de 250 participantes, devido às restrições do percurso, que utiliza a área da Ponte da Integração e da Amizade (Ponte Palmas-Paraíso) e do aterro da rodovia TO 080, no espaço protegido pelas defensas metálicas. A concentração (largada/chegada) se dará na Praia da Graciosa, onde será montada a estrutura da Arena do Desafio. Para a edição deste ano, as distâncias deverão ser ajustadas para 16km (prova principal) e 10km (prova alernativa), mas as premiações por faixa etária continuarão restritas à prova principal.

Os organizadores destacam que já foram mantidos os contatos com as instituições públicas da área do esporte (Secretaria de Estado de Esporte e Lazer e Fundesporte/Prefeitura de Palmas), trânsito e segurança pública, comunicando a intenção de realizar o evento e solicitando o apoio institucional necessário.

“No momento, estamos apenas aguardando a liberação oficial, por parte dos órgãos públicos responsáveis, a celebração de algumas parcerias estratégicas, ainda pendentes, e, por fim, a atualização do hotsite do evento na internet (www.desafiodosfortes.com), cuja conclusão está prevista para a segunda quinzena de setembro, quando deverão ser abertas as inscrições”, informa Renilson Barboza.

“A escolha do nome para a prova se justifica. A prova é dura. Para concluí-la é preciso se preparar com antecedência. O escaldante calor desde as primeiras horas da manhã, a baixa umidade, o vento e mesmo a eventual chuva, características da cidade, são os principais adversários. O que atenua tudo isso é exuberante cenário do Lago da Usina, cartão-postal da cidade. A distância do percurso principal (16km) intimida, mas, ao mesmo tempo, estimula o participante a se desafiar. Por isso, recomenda-se que os interessados em participar busquem a orientação de educadores físicos e se submetam a avaliação médica”, alertam os organizadores.

Já Luiz dos Reis, membro e atual presidente da Associação Palmense de Corredores de Rua (APCR), atleta experiente, tem sido um importante parceiro na mobilização dos corredores da elite tocantinense, apoiando a realização da prova e esclarecendo aos corredores quanto à importância da cobrança de inscrição, para assegurar a viabilidade do evento. “Até há algum tempo, somente o poder público promovia corridas de rua no Tocantins, e, geralmente, sem cobrar. E nos acostumamos a isso. Mas, aos poucos, essa cultura está mudando. Os atletas estão percebendo que se não forem realizados eventos com cobrança de um valor justo para inscrições, teremos poucas provas ao longo do ano, e as poucas provas não oferecerão uma premiação atraente. Já divulgamos a data do desafio para os nossos corredores que, inclusive, já começaram a treinar. A ansiedade é grande entre os atletas”.

A escolha do percurso também visa disseminar e incentivar os múltiplos usos do Lago do Reservatório da Usina Hidrelétrica de Lajeado, mediante o estímulo à pratica dos mais diversos esportes em toda a extensão da Ponte da Integração e da Amizade (Palmas-Paraíso).

“Sabemos que o represamento das águas do Rio Tocantins privou a cidade de Palmas/TO da antiga praia sazonal da Graciosa, que eu mesmo nem cheguei a conhecer, pois vim morar aqui apenas em 2008”, diz Renilson Barboza, coordenador do evento.Mas continua: “Por outro lado, o enchimento do lago da Usina Hidrelétrica Luis Eduardo Magalhães também proporcionou uma nova orla e uma extraordinária estrutura (o aterro da Ponte) que permite a prática de diversas modalidades esportivas, como corrida de rua, ciclismo, natação ou mesmo triatlo, mas que – em minha opinião – ainda é subaproveitada e, às vezes, mal cuidada pelo cidadão palmense. Prova disso é a quantidade de lixo que vemos depositado às margens do aterro que atravessa o lago da Usina. O lago é lindo. Essa estrutura é maravilhosa. Devemos utilizá-la, mas também é nosso dever preservá-la”, frisa Renilson.

“Comecei a correr aqui em Palmas. E a corrida mudou a minha vida. Por meio dela, ampliei o círculo de amizades e melhorei a condição física. Por isso, quero estimular quem já aderiu à prática da corrida de rua a continuar treinando regularmente e, ao mesmo tempo, atrair novos adeptos para esse esporte que traz enormes benefícios a quem o pratica”, conclui o coordenador do evento.

A Investco, dentro de sua política de responsabilidade socioambiental, patrocina o evento, que tem, dentre seus principais objetivos, estimular as práticas desportivas e incentivar o uso múltiplo e responsável do reservatório da Usina Luís Eduardo Magalhães.

Desde a sua 2ª edição (2012), “DESAFIO DOS FORTES” foi inserido no Circuito Cultural e Esportivo Investco, com o qual a empresa proporciona à comunidade do entorno do reservatório atividades de educação ambiental, cultura, esporte e lazer. Para a terceira edição, firmou-se também importante parceria com a Fama Empreendimentos Imobiliários Ltda, empresa do ramo de construção civil, responsável por importantes obras no Estado.(Reinaldo Cisterna)

 

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.