A Federação Tocantinense de Futebol (FTF) conseguiu junto à CBF a isenção de taxas de profissionalização e cadastramento da Sociedade Desportiva Sparta, de Araguaína. O pedido de isenção foi feito pelo presidente da entidade, Leomar Quintanilha, que sabendo das dificuldades de uma equipe no início de sua profissionalização solicitou a dispensa do pagamento no valor de R$ 21.800,00. A dispensa da taxa de profissionalização aconteceu a exemplo de todos os clubes que se profissionalizaram no Estado junto a FTF.

Além disto, tendo conhecimento das dificuldades financeiras pelas quais passam os clubes tocantinenses, Leomar Quintanilha solicitou e conseguiu também a isenção do recadastramento anual para funcionamento em 2013 de sete equipes, dentre elas estão a Associação Desportiva Recreativa São José, a Associação de Esportes Amadores Atlético Cerrado, a Escola Paraíso Futebol, o Tocantins Esporte Clube, o Juventude Esporte Clube, o Inove Esporte Clube e a Associação Atlética Alvorada. As isenções das taxas totalizaram uma economia de R$ 40.700,00 aos clubes tocantinenses.

 

(Inez Freitas)

 

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.