Dando continuidade as ações da operação “Al Capone” , foi preso na madrugada desta quarta feira, 14, pela Delegacia Especializada em Narcóticos – DENARC, Ralfer Soares da Silva – RALF (O Ratão), 28 anos de idade, líder do PCC no Estado do Tocantins e responsável pela distribuição maciça de entorpecentes no Tocantins, Maranhão, Brasília e Goiás.

O mesmo fora abordado, nas proximidades do Posto da PRE, saída para Porto Nacional por volta das 02:00 horas da madrugada e, trazia consigo substâncias entorpecentes do tipo: CRACK, Maconha, LSD e Ecstasy, bem como um revolver calibre .38 de numeração raspada. O traficante não esboçou qualquer tipo de reação ao ser preso e a Operação para a Captura de “Ratão” contou com o ap

ralfer soares da silva
ralfer soares da silva

oio da Equipe da Rotam da Polícia Militar.

Segundo declaração do Delegado titular da DENARC, Dr. Carlos Miguel Manso, ações como essa continuarão sendo uma constante na rotina da Denarc a fim de evitar que facções criminosas ganhem força no Estado do Tocantins.

Ralfer era alvo de investigações da Denarc há mais de um ano e, sua prisão se deu após um intenso trabalho daquela Delegacia Especializada que já havia prendido inúmeros gerentes do tráfico em Palmas que atuavam sob o comando de Ratão.

Foi apurado que o acusado chegava a movimentar aproximadamente R$680,000 (Seiscentos e Oitenta Mil Reais) em drogas em todo o Estado do Tocantins, chegando a obter um lucro líquido de R$320,000 (Trezentos e Vinte Mil Reais).

Após os procedimentos cabíveis, Ralfer Soares da Silva foi encaminhado à Casa de Prisão Provisória de Palmas onde permanecerá a disposição do Poder Judiciário.

 

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.