O Águia de Marabá mostrou eficiência e frieza para golear o Baraúnas neste domingo, em pleno Estádio Nogueirão, em Mossoró. O placar de 3 a 0 foi construído com gols de Júnior Timbó, Ceará e Keno. De quebra, o time paraense foi beneficiado pelos outros resultados da sétima rodada e alcançou o G-4 do Grupo A da Série C do Campeonato Brasileiro.

Agora com 14 pontos, o Águia aparece na quarta posição. Já o Baraúnas, que vinha de vitória fora de casa diante do Santa Cruz, continua na zona de rebaixamento, na nona colocação, com apenas sete pontos.

O tricolor tinha a esperança de voltar a vencer justamente na volta a Mossoró. Nas três primeiras partidas com mando de campo favorável, o Baru teve que jogar no Marizão, na cidade de Caicó, devido a uma punição do Superior Tribunal de Justiça Desportiva. A torcida compareceu em bom número ao Nogueirão, mas se decepcionou com o resultado.

Rápido e mortal

O Baraúnas quis apagar em campo a semana conturbada que passou devido à grave crise financeira vivida pelo clube. Os torcedores atenderam ao pedido da direção e foram ao estádio, e até colaboraram com contribuições financeiras além do ingresso. Com a bola rolando, foi do tricolor a primeira oportunidade. Aos sete minutos, após cruzamento de Cristiano Tiririca, Radames marcou de cabeça, mas o árbitro Wladyerisson Silva Oliveira, do Ceará, assinalou o impedimento e anulou o lance.

O Águia demorou a dar a resposta, mas tratou de abrir o placar quando apareceu a chance. Aos 27 minutos, Keno iniciou a jogada e serviu Júnior Timbó, que entrou livre e chutou com categoria para marcar. O goleiro Érico ainda tocou na bola, mas não evitou o gol. No fim do primeiro tempo, Ceará ampliou para os paraenses, calando o Nogueirão. No intervalo, os jogadores tricolores reclamaram bastante da arbitragem.

O terceiro gol do Águia foi marcado aos 10 minutos da segunda etapa, quando o Baraúnas era melhor no jogo. Em rápido contra-ataque, Keno passou por dois marcadores e mandou para as redes. Os donos da casa tiveram a chance de diminuir, mas não foi feliz com Cristiano Tiririca.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.