ilustrativa

A Polícia Civil de Araguaína, concluiu, nesta terça-feira,017, as investigações, referentes à tentativa de homicídio qualificado, em que Wanderson Vieira da Silva Sousa, na data de 19/06/2014, desferiu três facadas contra seu cunhado, a vítima Deuzivan da Silva Araújo.

Conforme o Delegado Luiz Gonzaga da Silva, responsável pelo caso segundo o apurado nas investigações, o que motivou o crime teria sido uma confusão familiar envolvendo a vítima, sua esposa, seu cunhado Wanderson e a mãe deste.

Durante a confusão, a vítima Deuzivan teria gritado com a mãe de Wanderson, momento em que este sacou uma faca que estava em sua posse, vindo inicialmente a desferir um golpe no braço da vítima, estando esta com sua filha recém-nascida em seus braços. Após o primeiro golpe, a vítima virou-se para proteger sua filha, momento em que o autor desferiu mais dois golpes de faca nas costas da vítima.

Após o fato, Wanderson evadiu-se do local, sendo a vítima socorrida por uma equipe do SAMU e encaminhada para o Hospital Regional de Araguaína. Após o referido fato, Wanderson passou a ameaçar a vítima, enviando mensagens de texto com o seguinte teor:

“Tu não morreu ainda não, mas eu vou Terminar o que comecei”. Os Delegados concluíram o inquérito policial, sendo Wanderson indiciado pelo crime de tentativa de homicídio duplamente qualificado pelo motivo fútil e por ter agido sem dar possibilidade de defesa a vítima, por esfaqueá-la pelas costas. O caso agora fora encaminhado ao Poder Judiciário para as medidas cabíveis.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.