A Polícia Civil em Dianópolis elucidou nas primeiras horas, posteriormente a execução do delito, o homicídio perpetrado em desfavor de um adolescente, de 17 anos de idade, fato ocorrido na madrugada do dia 07/07/2018, no Setor, Bela Vista, naquela cidade.

De acordo com o Delegado José dos Santos Fonseca Borges Júnior, quando, logo depois uma briga generalizada envolvendo jovens que mantém antiga animosidade justificada, unicamente pelo fato de serem moradores de bairros diversos da cidade, Maurílio Carlos de Oliveira, de 22 anos vulgo  “Seedorf”, com a ajuda de dois adolescentes de 16 e 17 anos, cercaram e acuaram a vítima, depois de persegui-la por cerca de 160 metros, momento em que Maurílio desferiu um golpe de faca, na região do tórax do adolescente, levando-o ao óbito quase que instantaneamente.

Ainda durante o plantão, depois de devidamente comprovada à autoria e as circunstancias do crime, o Delegado José Júnior representou, junto ao Poder Judiciário, pela prisão preventiva de Maurílio Carlos e pela internação provisória dos adolescentes envolvidos na infração penal, sendo que, todos evadiram-se da cidade, estando em lugar incerto e não sabido, até o momento.

A Polícia Civil do Estado do Tocantins, por intermédio da divulgação desta ação, objetiva, muito antes de se vangloriar por ter, apenas, cumprindo com o seu dever constitucional, esclarecer a sociedade que a repressão ao crime será executada de forma efetiva e incisiva não havendo, em nossos quadros, espaços para omissões ou tolerância para com o crime ou criminosos.

A despeito da imediata e eficiente resposta à sociedade, em final, sendo cientes de que, “A elucidação e punição dos envolvidos, não restituíra a vida precocemente interrompida, declinamos consternação e solidariedade com a família e amigos do adolescente vitimado pela ilegítima conduta ofensiva dos acusados”, ressaltou o Delegado José Júnior.

O Delegado informa ainda que todos os esforços estão sendo realizados na tentativa de localizar o paradeiro dos autores e efetuar, no menor tempo possível, a prisão do adulto e a apreensão dos dois menores de idade. Por fim, o Delegado ressalta todo o empenho e comprometimento da equipe composta por agentes e escrivães de polícia, na elucidação do crime.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.