Assembleia Legislativa do Tocantins

Os deputados estaduais gastaram de janeiro a junho deste ano R$ 4,639 milhões da Cota Despesa de Atividade Parlamentar (Codap), que tem como valor mensal de R$ 35.652,01 para cada membro da Assembleia Legislativa. No total, 26 parlamentares tiveram direito ao reembolso, os dois a mais são Alan Barbiero (PR) e Ivory de Lira (PPL) que são suplentes e ocuparam uma vaga na Casa de Leis neste primeiro semestre.

Contabilizando apenas as despesas dos deputados que estiveram os últimos seis meses no Parlamento estadual, Valderez Castelo Branco (PP) foi reembolsada em R$ 250,9 mil, uma média mensal de R$ 41,8 mil, o maior valor. O menor valor registrado, dentre os deputados que estiveram os últimos seis meses em exercício, é o do Paulo Mourão (PT), um gasto total de R$ 150,9 mil, com uma média mensal de R$ 25,1 mil.

O maior custo dos deputados estaduais é com veículo, desde locação e combustível. Em um levantamento por alto, pois a divulgação dos gastos não detalha no que foi aplicado o recurso, a reportagem calculou que o gasto com locação chegou a quase R$ 2 milhões e o de combustível, R$ 1 milhão, a soma dos dois representa mais de 63% das despesas totais da Codap.

Os deputados também utilizam a Codap para pagar locação de imóveis, onde funcionam seus escritórios políticos, telefonia, consultoria, serviços de comunicação e marketing, água, energia e advogado. Desses serviços, alguns deputados chegaram a gastar R$ 90 mil com advogado, conforme detalhado abaixo na despesa do deputado Olyntho Neto (PSDB), que contratou o escritório Rotoli Miguel. Quem também gastou bastante com o serviço foram os deputados Eduardo Siqueira Campos (DEM) e Osires Damaso (PSC), que ressarciram cada um R$ 84 mil, que foram pagos para o escritório Ianowich Advogados. No total, os deputados estaduais gastaram R$ 449,7 mil com serviços de advogados.

Também chamou a atenção os gastos com restaurantes, a deputada Valderez utilizou R$ 41.299,70 no Restaurante Sarandi, em Palmas. A presidente da Assembleia Legislativa, Luana Ribeiro (PSDB), gastou R$ 35,336 no Mercatto. (JTO)

 

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.