Três casais puderam trocar alianças e votos de compromisso na manhã dessa segunda-feira, 2, na Unidade de Tratamento Penal Barra da Grota (UTPBG), em Araguaína. O enlace matrimonial dos pares foi promovido pela Instituição Missionária Resgate Sem Fronteiras, com apoio da Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju) e da empresa Embrasil Serviços, cogestora da unidade prisional.

Na presença da família, dos amigos e de padrinhos e madrinhas, três internos da unidade trocaram alianças com suas noivas durante uma cerimônia religiosa. No ato, o pastor instruiu os noivos sobre o propósito do casamento e da responsabilidade do compromisso estabelecido perante a igreja e a sociedade. Oficializaram a união os casais P.R.L.M. e M.S.O.; J.S.S. e D.S.S.; e W.C.S.C. e R.P.B.

“Os casamentos, além de resguardarem o direito do reeducando de construir família, fortalecem os vínculos familiares, que, na nossa compreensão, é o principal ponto de apoio da ressocialização”, explicou Marcelo Moreira dos Reis, técnico em Defesa Social, ligado à Diretoria de Políticas para o Sistema Prisional. “Em parceria com a Instituição Resgate Sem Fronteiras, a Seciju busca oferecer, ao reeducando, um processo de cumprimento da pena que dê possibilidade de retorno e convivência exitosa à sociedade”, completou.

O casamento foi realizado no Salão de Eventos da UTPBG e a Instituição Resgate Sem Fronteiras preparou toda a ornamentação da cerimônia com flores, tapete vermelho, toalhas de mesa, bolo de casamento, comes e bebes. Tudo para reintegrar o reeducando e possibilitar, mesmo que dentro dos muros, o início de uma nova vida.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.