Camionete que teria atropelado locutor (Foto: Luiz Ernandes)
Camionete que teria atropelado locutor (Foto: Luiz Ernandes)

O motorista suspeito de ter atropelado e matado o locutor Josivan Germano da Silva (conhecido como “Ivan Rodrigues”), de 26 anos, se apresentou à Polícia Civil na tarde desta segunda-feira, 4. Ele prestou depoimento no 2º DP de Araguaína, norte do Tocantins, e foi liberado.

Segundo a delegada Antônia Ferreira dos Santos, o homem de 27 anos não foi preso porque já passou o período de flagrante e ele se apresentou espontaneamente. “Instauramos o inquérito policial e já estamos ouvindo testemunhas e familiares da vítima. Também esperamos as provas técnicas. O prazo para a conclusão é de 30 dias”, afirmou.

Ainda conforme a delegada, o condutor confirmou que foi abordado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) e fugiu do local.

“Os policiais indagaram se ele poderia fazer o teste, mas quando foram pegar o equipamento ele afirmou que deu marcha ré e fugiu. Só que nega que tenha atropelado a vítima. Diz que não viu ninguém atrás e que não ingeriu bebida alcóolica.”

O suspeito vai responder inicialmente por homicídio culposo no trânsito. “Continuamos coletando as provas e a tipificação do crime ainda pode mudar”, finalizou a delegada.  (Com: G1)

Entenda o caso AQUI.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.