Dando continuidade às ações da Operação “Brasil Central Seguro”, a qual foi deflagrada na madrugada desta quinta-feira, 7, pelas Polícias Civil e Militar, com o objetivo de dar cumprimentos a dezenas de mandados de prisão e busca e apreensão, em vários municípios do Estado do Tocantins, policiais civis da Delegacia Especializada na Repressão a Narcóticos (Denarc) efetuaram a apreensão de aproximadamente 14 kg de drogas, duas armas de fogo, além de efetuar a prisão de 3 três pessoas por tráfico de drogas, em Palmas.

Conforme o delegado Guilherme Martins Rocha, por volta das 11hs da manhã de hoje, as equipes da Denarc, deram cumprimento a um mandado de busca e apreensão, na residência de Lucas Messias Reis, vulgo “Paraguai”, devido a suspeitas de que o mesmo utilizava a própria casa como ponto de distribuição de drogas. Ao adentrar no imóvel, os agentes localizaram e apreenderam 21 tabletes de maconha, que totalizaram 12kg da droga, 1kg de cocaína pura, além de insumos para preparo e refino de entorpecentes, caracterizando um mini laboratório do tráfico.

Lucas não foi encontrado pela polícia, mas sua esposa, Ronize Tavares Bastos, de 23 anos foi presa e autuada em flagrante pela prática do crime de tráfico de drogas. Após os procedimentos cabíveis, a mulher foi recolhida à carceragem da Unidade Prisional Feminina de Palmas, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário. Ainda de acordo com o delegado, as polícias intensificaram as ações no sentido de localizar e prender Lucas Messias, considerado foragido da Justiça.

Com o intuito de cumprir mais um mandado de busca e apreensão, os policiais deslocaram-se até uma Kitnet, localizada no Jardim Aureny III, de propriedade de Gilson Júnior Ferreira, 26 anos, onde efetuaram o cumprimento ao mandado de busca e apreensão.  No imóvel, os policiais encontraram e apreenderam meio kg de crack, além de um revólver 38, marca Colt, além de uma espingarda calibre 22, de fabricação artesanal.

Gilson Júnior e Paulo Fernando Madeira, de 32 anos, que também se encontrava na casa, foram presos e autuados em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e posse ilegal de armas de fogo e, logo após os procedimentos cabíveis, foram recolhidos à Casa de Prisão Provisória de Palmas (CPPP) onde permanecerão à disposição do Poder Judiciário.

As ações da operação “Brasil Central Seguro” terão continuidade e novas prisões e apreensões poderão acontecer a qualquer momento.

 

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.