Na tarde deste sábado, dia 4, cerca de 40 tubos de alta resistência (Polietileno de Alta Densidade – PEAD) que seriam usados na drenagem do Parque Ecológico Urbano Cimba em Araguaína foram queimados no canteiro de obras.

O Corpo de Bombeiros e a Polícia Civil encontraram um galão de óleo que pode ter sido usado na ação. A casa onde ficam material de apoio para a obra foi arrombada. A Prefeitura de Araguaína fez Boletim de Ocorrência e a Polícia Civil está investigando o caso. O prejuízo para os cofres públicos, de aproximadamente R$ 200 mil reais, só não foi maior porque a obra estava em andamento e cerca de 120 tubos já foram implantados no solo. Cada tubo de 6 metros custa R$ 5.400,00 e tem durabilidade de 75 anos.

Parque

O Parque Cimba conta com uma área de cerca de 200 mil metros quadrados, onde passa o Córrego Canindé. Essa primeira etapa licitada em andamento terá estacionamento, calçada, pista de 1,3 km para caminhada, ciclovia, toten de acesso, academia ao ar livre, pontos para descanso, praça para esportes radicais, playground para as crianças, bicicletário e área de piquenique.

O valor total estimado da obra para essa primeira etapa é de R$ 2.120.988,56, cujo projeto está aprovado pelo Ministério do Turismo e pela Caixa Econômica Federal.  Com a ação, a Prefeitura que previa 90 dias para a entrega desta etapa deverá divulgar novo cronograma.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.