OAB-TO

A Procuradoria de Defesa de Prerrogativas e Valorização da Advocacia da OAB-TO (Ordem dos Advogados do Brasil no Tocantins) encaminhou, nesta quinta-feira, 7 de junho, uma denúncia de ameaça de morte feita por um cliente de advogado de Palmas que atuou em ação trabalhista. A reclamatória trabalhista já teve julgamento parcial procedente, mas o cliente ficou insatisfeito com o valor estipulado pelo Judiciário.

O boletim de ocorrência do caso foi encaminhado junto com um ofício ao secretário estadual de Segurança Pública, Deusiano Amorim. “É inadmissível que profissionais sejam ameaçados no exercício de sua profissão. O colega trabalhou, ganhou a causa e ainda passa por isso. Nós não vamos deixar que essas coisas ocorram naturalmente. Vamos acompanhar o caso e exigir apuração até o final”, ressaltou o procurador-geral de Defesa de Prerrogativas e Valorização da Advocacia, Jander Araújo.

O envio da ocorrência e a comunicação direta ao secretário faz parte de um acordo da OAB e outras entidades com a SSP para investigação dos crimes de representatividade – aqueles que têm motivação por causa do exercício profissional da vítima.

Jander Araújo destacou, ainda, que a orientação para qualquer outro colega que esteja passando por situação semelhante informe a Procuradoria de Prerrogativas imediatamente para que a OAB-TO possa atuar.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.