O deputado estadual Amélio Cayres (SD) pulou de lado com seu apoio ao candidato a governador na eleição suplementar do Tocantins, após muitas conversas e negociações, o parlamentar resolveu deixar o senador Vicentinho Alves (PR), que ele e seu grupo apoiou no primeiro turno e declarou apoio ao candidato Mauro Carlesse (PHS) para o segundo turno.

O parlamentar arrastou para adesão a Carlesse quatro prefeitos da região do bico do papagaio; Damião Castro, de Axixá, Ho Che Min, de Praia Norte, Ronaldo Parente, de São Bento e Dr. Armando, de Esperantina.

A ida da turma de Cayres para o palanque de Carlesse desagradou muitos líderes do Bico do Papagaio, os quais estão com o governador interino desde a sua pré-candidatura ao Palácio Araguaia.

A resistência foi unanime de todos, mas segundo informações, após a eleição do dia 3, primeiro turno da suplementar, Cayres sinalizou o interesse de compor com Carlesse, mas devido não ter agradado aos que já estavam no grupo desde o início as negociações se estenderam até a oficialização nesta quinta-feira, 7.

 

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.