Com o objetivo de discutir, fortalecer e aprimorar estratégias conjuntas de trabalho de combate a dengue, zika, chikungunya e febre amarela, a Gerencia Estadual de Vigilância Epidemiológica das Arborviroses, por meio da Secretaria Municipal de Saúde de Tocantinópolis realizou na terça-feira (20), no auditório do Ministério Público Estadual, apresentação dos protocolos e assessoramento sobre as arboviroses.

O encontro foi mediado pela técnica da Secretaria de Estado da Saúde, Gracinete Lima, e contou com a presença de enfermeiros, médicos, coordenadores, agentes de saúde e de endemias, notificadores, digitadores e demais representantes dos serviços de saúde pública do município.

A princípio, foi realizada reunião com o secretário de Saúde, Jair Aguiar, e com a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Maria Vandecy Soares. Na ocasião, integrantes da Coordenação da Vigilância Epidemiológica receberam assessoramento quando aos fluxos e sistemas de informações (Sinan Net e Sinan Online).

“O encontro foi fundamental para reunirmos todos os setores da Saúde, tendo em vista que os profissionais que fazem parte do planejamento de ações de prevenção e combate aos agravos das arboviroses, conhecessem os protocolos a fim de os atendimentos à população possam ser cada vez melhores, evitando o aumento do número de casos dessas doenças” informou Maria Vandecy.

A Prefeitura, por intermédio da Secretaria Municipal de Saúde tem realizado inúmeras ações de combate ao Aedes aegypti, bem como reforçando a importância da realização da notificação de forma adequada e o mais precocemente possível sobre as doenças.

De acordo com Vandecy Soares, a reunião sobre arboviroses “são realizadas para esclarecer dúvidas sobre a forma que as ações são realizadas no município. Além disso, os encontros oferecem orientações para que os trabalhadores possam realizar as ações de combate ao mosquito Aedes aegypti com afinco, além de trocar experiências positivas e negativas sobre as arboviroses”, explicou.

 

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.