Em reunião com os deputados estaduais Mauro Carlesse (PHS), presidente da Assembleia, Wanderlei Barbosa (SD), Amélio Cayres (SD) e Rocha Miranda (PMDB), prefeitos do Bico do Papagaio defenderam neste fim de semana a criação de uma secretaria estadual voltada para a região.

Para os gestores municipais do extremo norte do Tocantins é inadmissível que o Bico – composto por 28 municípios – não tenha sequer um representante no primeiro escalão do Estado. “Quando vamos a Palmas precisamos explicar [para secretários estaduais] até mesmo onde fica o nosso município”, reclamou o prefeito de Buriti, Américo Borges, o Borjão, (PV).

Prefeito de São Sebastião do Tocantins, Professor Adriano (PT) defende a criação de uma espécie de secretaria para “assuntos do Bico do Papagaio”. Caso isso não seja possível, que o Estado tenha secretários da região. “Quem melhor do alguém daqui para defender os interesses dos municípios do Bico?”, questionou.

A mesma reivindicação os deputados ouviram na quinta-feira, 1º, do prefeito de Axixá, Damião Castro (PMDB). Para ele, pela importância da região, o Bico do Papagaio precisa de representantes em Palmas.

União

Para Carlesse, esse e outros pleitos dos gestores do Bico do Papagaio só serão atendidos com a união dos prefeitos, vereadores e deputados. “Entendemos que isso [representação do Bico no Governo do Estado] é muito justo, mas é preciso que todos se unam em torno desta e de outras lutas. Mas para isso é preciso que os prefeitos, vereadores e deputados trabalhem em sintonia”, defendeu.

Emendas

Outra cobrança dos prefeitos é que o Executivo estadual libere as  emendas parlamentares destinadas pelos deputados estaduais aos  municípios. É por meio delas que eles dão manutenção em estradas vicinais, reformam escolas e postos de saúde, realizam festas tradicionais e temporadas de praia.

Para se ter ideia da demora no repasse dessas verbas, há pendências em emendas parlamentares de 2015. Porém, segundo o deputado Rocha Miranda, o Governo garantiu que o problema será solucionado ainda neste semestre. “O governador Marcelo Miranda [PMDB] se comprometeu comigo e com os  demais deputados em zerar as emendas de 2015 e 2016, e a partir de julho  liberar as de 2017”, esclareceu.

Visitas

Rocha Miranda destacou também a visita do presidente da Casa de Leis do  Estado ao Bico Papagaio, que teve início na quinta-feira em São Miguel e termina no domingo em Tocantinópolis. “As pessoas precisam conhecer o trabalho da Assembleia; há quem ainda se deixa levar apenas pelo que  parte da imprensa mostra. Nesse sentido, a visita do Carlesse, e no  segundo semestre de todos os deputados [por meio da Escola do  Legislativo] é de uma importância imensurável”.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.