Josi nunes
Josi nunes

A deputada federal Josi Nunes (PMDB/TO) usou a tribuna durante o pequeno expediente, na sessão deliberativa desta terça-feira, 28, para tratar sobre a duplicação da BR 153.

A parlamentar relatou sobre o andamento do processo, após a realização de uma audiência na cidade de Gurupi, Estado do Tocantins, onde foi discutida a concessão para a duplicação da BR-153. “Foi uma reunião que contou com a presença de representantes do Governo do Estado, do Ministério Público Federal, do Ministério dos Transportes, da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), da Prefeitura de Gurupi e da Diretoria da Concessionária Galvão Engenharia”, disse.

Ainda segundo a peemedebista, na ocasião, a Galvão Engenharia, que atualmente é a concessionária responsável pela duplicação, apresentou à ANTT um novo plano de trabalho, solicitando novos prazos para o início das obras. “A ANTT está analisando um estudo sobre o caso e acredita ser possível aprovar o novo plano apresentado pela Galvão, porém, com alguns ajustes. A intenção é manter a concessão, uma vez que cancelá-la, como nos foi apresentado em uma das reuniões pelo próprio Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), demandaria mais uns 3 anos para o início da duplicação, e isso prejudicaria todo o processo”, acrescentou.

Josi informou também, que além de Gurupi, uma outra audiência foi realizada no Estado de Goiás, para tratar sobre o assunto. “ Nas audiências de que participamos, foi nos passado que o Ministério dos Transportes precisa de segurança jurídica para manter a concessão, motivo pelo qual foi realizada essa audiência em Gurupi. Foi feita outra audiência Goiás e posteriormente será feita uma reunião aqui, em Brasília, com a participação de todos esses membros”, adiantou.

Ao relatar sobre a proposta de fazer um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) entre o Ministério Público de Goiás, o Ministério Público do Tocantins, o Ministério dos Transportes, a ANTT e o Tribunal de Contas da União sugerida pelo Procurador da República Walter José Mathias Júnior, a parlamentar reforçou que o objetivo é encontrar uma alternativa para resolver o problema.  “Quem acompanha o nosso trabalho tem visto a nossa luta para que essa duplicação da BR-153 seja concretizada. O que nós queremos é achar uma alternativa para esse problema. São vidas ceifadas, interrompidas. E a nossa intenção é que essa realidade mude. Tenho convicção de que com a duplicação da rodovia, o número de acidentes será reduzido”, finalizou.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.