Agentes de Trânsito do Detran do Tocantins que trabalham em Araguaína, estiveram reunidos na delegacia regional Norte do SISEPE-TO para cobrar mais segurança do governo no exercício de suas funções. Eles foram recebidos pelo delegado regional, Ronaldo Sérgio e pelo suplente de delegado regional, Osamar Fernandes, além do advogado Luciano Barbosa, da Assessoria Jurídica do Sindicato.

Os agentes relataram ao Sindicato que a categoria sofre diversas ameaças de motoristas que não aceitam as normas de trânsito. A situação se agravou ainda mais após o assassinato do agente de trânsito Agenison Pereira Jorge, ocorrido no último dia 27 em Araguaína. Eles decidiram que os trabalhos de fiscalização do trânsito serão reduzidos até que o Governo garanta mais segurança para a categoria.

Para os agentes, os trabalhos de conscientização realizados através de blitz educativas para incentivar o uso do cinto de segurança e outras orientações, já apresentam resultados positivos. Mas ainda há muitos casos em que os motoristas não aceitam notificações de multas por infrações no trânsito.

Apoio do SISEPE-TO

O delegado regional Norte, Ronaldo Sérgio, lamentou a morte do agente Agenison e garantiu total apoio do SISEPE-TO às reivindicações da categoria. “É profundamente lamentável que uma categoria tão importante para a segurança no trânsito de nossa cidade seja alvo de tanta violência”, destacou Ronaldo Sérgio.

O Sindicato orientou que cada agente deve pensar, primeiramente, em sua segurança pessoal para que possa garantir a segurança no trânsito. As reivindicações da categoria serão encaminhadas para o Governo a fim de que os agentes tenham mais segurança no exercício de suas funções.(Ascom)

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.