A diretoria do Sintras reuniu nesta quarta-feira, 10, para discutir e definir um posicionamento da entidade frente às negociações com o governo sobre o pagamento da data-base.

O presidente do Sintras, Manoel Pereira de Miranda, fez um histórico das negociações desde quando iniciou até a última rodada de negociação com o executivo estadual.

Após horas de discussão e debate entre os diretores, foi definido que a diretoria irá manter o diálogo com o governo com persistência e priorizando os direitos dos servidores.

Assim, os representantes sindicais irão continuar exigindo do governo uma resolução da secretaria de administração com o Banco do Brasil sobre a situação dos servidores que anteciparam os valores dos retroativos na financeira.

Também manterá a exigência do cumprimento do acordo onde o Estado se comprometeu a pagar os retroativos de adicional noturno e insalubridade.

Outra decisão pontuada na reunião é que o Sintras, através de todas as exigências durante as negociações aguarda uma proposta viável de levar para a base analisar e aprovar.

Assembleia Geral

Também foi aprovada pela diretoria do Sintras, nesta reunião, uma assembleia geral com todos os servidores da saúde a ser realizada na próxima terça-feira, 16, às 10 horas para discutir a proposta do governo sobre o pagamento da data-base e progressões.(Neya)

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.