Na manhã desta segunda-feira, 15, uma ação de combate à criminalidade, deflagrada por policiais civis da Delegacia de Filadélfia, no Norte do Estado, resultou na prisão de Jaime Martins Rodrigues, de 20 anos de idade, naquele município. Rodrigues é acusado pela prática de um homicídio, em Goiânia-GO,no início deste ano, e foi preso, mediante o cumprimento de um mandado de prisão preventiva expedido pela Vara Criminal da Capital Goiana.

De acordo com a PC, por volta das 9 horas da manhã desta segunda-feira, o padrasto do acusado compareceu à Delegacia de Polícia local a fim de registrar um Boletim de Ocorrência contra o enteado, alegando que o mesmo lhe havia ameaçado de morte, bem como a própria mãe. Em depoimento, o padrasto afirmou que, em um momento de fúria, o homicida teria dito que já havia matado um em Goiânia e não custava nada matar outro em Filadélfia.

Diante disso, os policiais civis entraram em contato com a Divisão de Homicídios de Goiás e constataram que, de fato, existia um mandado de prisão por homicídio em desfavor de Jaime. Com a cópia do documento em mãos, os policiais civis, com a ajudada da PM, dirigiram-se até a residência da mãe do acusado, localizada no Setor Nova Filadélfia, onde efetuaram a prisão do foragido.

Na delegacia, o suspeito confirmou que, realmente tinha matado um homem em Goiânia, por conta de um desentendimento por dívidas com mulheres de programa e, que estava em Filadélfia há cerca de 20 dias, onde estava se escondendo da Justiça. Após os procedimentos cabíveis, Rodrigues foi recolhido à carceragem da Casa de Prisão Provisória de Araguaína – CPPA, onde permanecerá a disposição do Poder Judiciário de Goiás, Estado para onde deverá ser recambiado a fim de responder pelo crime que lhe é imputado.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.