Luana Ribeiro (PR)
Luana Ribeiro (PR)

A discussão de um veto do Governo aprovado na ordem do dia desta quarta-feira, dia 24, referente às emendas da deputada Luana Ribeiro (PR) para a concessão de promoção a policiais militares, gerou insatisfação entre os parlamentares. Luana usou a tribuna da Assembleia para lamentar o fato e criticou duramente a iniciativa do Executivo.

Na emenda aprovada pela Casa, constante da lei complementar que trata da organização básica da Polícia Militar, no mês de abril deste ano seria concedida a oficiais praças da Saúde e músicos a ascensão na carreira a capitão.

Para Luana, o veto representa a falta de compromisso do Governo para com a classe militar. “Como podemos exigir atitude por parte da polícia, se o governo não cumpre o que promete? Não podemos permitir essa sucessão de promessas sem o devido cumprimento a diversas classes de servidores, principalmente aos profissionais que se arriscam diariamente para manter a ordem e a segurança desse Estado. Vivemos hoje uma escalada de violência e precisamos contar ainda mais com a dedicação desses militares”, enfatizou.

Ao defender o Executivo, o deputado Paulo Mourão (PT) ressaltou a difícil situação financeira e a impossibilidade do Estado de ampliar benefícios, e pediu paciência aos servidores que reivindicavam a data-base. Para o líder do Governo, as áreas de Educação, Saúde e Segurança Pública necessitam de investimentos, e toda a arrecadação não pode ser esgotada com funcionalismo. (Maisa Medeiros)

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.