João responde pelo crime de Atentado Violento ao Pudor
João responde pelo crime de Atentado Violento ao Pudor

Por força de um mandado de prisão em aberto, o comerciante de 52 anos, João Batista Muniz, foi preso ao meio dia desta sexta-feira, 5, pela Polícia Militar (PM) no centro da cidade de Buriti.

A PM foi acionada através de uma ligação anônima, onde relatava a existência de um mandado de prisão em desfavor de João. Os policiais militares ao localizá-lo, consultaram junto ao Banco Nacional de Mandado de Prisão (BNMP) e conferiram a expedição, exarado no dia 14/06/2012, pelo magistrado, Dr. Thiago Bertoli de Oliveira da 11ª Vara Criminal de Goiânia, Estado de Goiás.

De acordo com o documento, João responde pelo crime de Atentado Violento ao Pudor. Junto ao Sinesp Cidadão a PM confirmou também as mesmas informações do mandado de prisão em aberto em desfavor do autor. João foi conduzido até a Delegacia de Polícia Civil da cidade de Augustinópolis para que assim seja tomada as medidas cabíveis.

 

 

 

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.