Os policiais militares do 2º BPM – Batalhão de Polícia Militar apreenderam quatro armas de fogo e uma espingarda de pressão. Três armas foram apreendidas em Cajú Manco, Zona Rural, Município de Nova Olinda, e as outras duas em Araguaína-TO.

Por volta das 19h10min desta quarta-feira, 25, a PM foi acionada para atender a uma ocorrência envolvendo duas crianças no Centro de Araguaína. Segundo o pai do autor do disparo, o seu filho de 9 anos de idade estava brincando com o primo de 11 anos, quando teria pegado uma espingarda de pressão que estava sob uma prateleira do lado de fora da residência, e ao manuseá-la disparou contra a vítima, atingindo-o quadril.

Os policiais acompanharam a vítima ao Hospital local e, aguardaram o atendimento médico. Após a liberação conduziram o comunicante e vítima à Delegacia de plantão, onde fora entregue a espingarda de pressão sem número conforme auto de exibição e apreensão.

Na quinta-feira, 26, por volta das 11h23min, a guarnição do 2º BPM se deslocou até a propriedade denominada Gleba Conceição, 1ª etapa, Município de Nova Olinda-TO, onde segundo o solicitante estava havendo uma invasão. Ao chegarem ao local e, após buscas nas imediações, num matagal, os policiais localizaram 3 armas de fogo tipo espingardas, sendo duas calibre 28 e uma calibre 20, desmuniciadas.

Não foram localizados os proprietários das armas e nem testemunhas que pudessem informar a origem das armas. Desta forma, os militares conduziram as partes/solicitantes para a Delegacia de Plantão de Araguaína para as providências cabíveis juntamente com as armas.

Já por volta das 4h30 desta madrugada de sexta (27), uma guarnição realizava  patrulhamento pela Av. Prefeito João de Sousa Lima, nas proximidades da Feirinha, quando se deparou com o senhor A.F.de Sousa, de 73 anos, transitando pela feirinha com uma arma em punho, sendo um revólver calibre 38 especial, da marca Taurus, com 5 munições intactas.

Ao ser abordado pelos militares ele não esboçou nenhuma reação, e quando perguntado sobre a propriedade da arma, o mesmo afirmou que era sua e que a utilizava para se proteger, resguardar seu patrimônio na Feirinha (açougue) e de seus companheiros.

De posse do material, a equipe conduziu o idoso aà delegacia de plantão, onde foi apresentado a autoridade policial para as providências cabíveis.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.