Vicentinho Alves

A Coligação A vez dos Tocantinenses que tem como candidato a governador na eleição suplementar Vicentinho Alves (PR) esclareceu, nesta segunda-feira, 28, sobre os fatos relacionados à decisão proferida pela Justiça Eleitoral.

Conforme foi noticiado por um blog, a Coligação do governador interino teria afirmado que o candidato Vicentinho Alves tenta suspender pagamento dos servidores públicos e o programa intitulado Opera Tocantins.

No entanto, conforme a coligação a notícia não é verdadeira, pois a ação proposta visa suspender pagamentos vedado por lei que Carlesse vinha insistindo em fazer, mesmo proibido pela Justiça.

Vicentinho Alves espera que os servidores recebam em dia e que todas as ações na saúde atendam às necessidades da população.

O que não pode ser mais tolerado é o uso da máquina pública em prol de candidaturas.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.