Professores com experiências pedagógicas inovadoras podem concorrer a prêmios

Os professores de todo o Brasil ainda podem se inscrever no Prêmio Professores do Brasil (PPB). O concurso está na 11ª edição e é realizado pelo Ministério da Educação (MEC) e por instituições parceiras. As inscrições foram prorrogadas e podem ser feitas até 28 de junho, conforme portaria publicada na segunda-feira, 28, no Diário Oficial da União.

Voltado para professores da educação básica da rede pública, o PPB vai selecionar práticas pedagógicas que contribuam para a melhoria dos processos de ensino e aprendizagem dos alunos em sala de aula. Os vencedores nacionais serão conhecidos em 29 de novembro, no Rio de Janeiro.

O PPB é dividido em três etapas: estadual, regional e nacional. Os participantes vão concorrer nas categorias educação/creche, educação infantil/pré-escola, anos iniciais do ensino fundamental/1°, 2° e 3° anos, anos iniciais do ensino fundamental/4° e 5° anos, anos finais do ensino fundamental/6° ao 9° ano e ensino médio.

Quanto às etapas do Prêmio, na Estadual os três primeiros colocados em cada categoria receberão certificados e o vencedor um troféu; na etapa regional, os vencedores ganham R$ 7 mil, troféu e viagem oferecida pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), autarquia vinculada ao MEC; e na nacional, são mais R$ 5 mil e troféu.

Confira o regulamento e realize sua inscrição no link http://ppb.mec.gov.br/login

Histórico do PBB

O Prêmio Professores do Brasil (PPB) foi instituído em 2005 pelo Ministério da Educação, por meio da Secretaria de Educação Básica (SEB), e com instituições parceiras. Ao longo das sucessivas edições, foram premiadas diversas experiências bem sucedidas, criativas e inovadoras, desenvolvidas por professores da educação básica pública.

Ao longo de dez edições, o PPB teve participação de 44.286 professores da educação básica de todo o país. Ao todo, 334 foram premiados. Em 2005 e 2007, participaram apenas docentes da educação infantil e dos anos iniciais do ensino fundamental. A partir de 2008, o reconhecimento foi estendido para toda a educação básica, com a inclusão dos anos finais dos ensinos fundamental e médio.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.