Após grande mobilização nos municípios de São Miguel, Sitio Novo e Axixá, o governador interino e candidato ao Governo do Estado pela coligação Governo de Atitude, Mauro Carlesse (PHS), encerrou sua agenda deste sábado, 19, com comício no município de Augustinópolis. O encontro reuniu lideranças do município e de cidades vizinhas.

Carlesse e apoiadores chegaram à cidade em uma grande carreata, iniciada ainda São Miguel. Já em Augustinópolis, ele participou de uma grande caminhada, cumprimentando moradores e recebendo manifestações de apoio.

Na no palanque da vitória, foi recebido por lideranças locais e regionais, como os ex-prefeitos do município, Carmem Alcântara e José Anacleto; o presidente da Câmara de Vereadores, Cícero Moutinho; e o deputado estadual Rocha Miranda, do Bico do Papagaio.

Na oportunidade, a ex-prefeita Carmem Alcântara frisou que sua decisão por apoiar o governador se deu pelas ações adotadas por Carlesse nos poucos dias de gestão como Governador interino. “Eu quero dizer que estou apostando no senhor, na sua equipe de trabalho e acreditando e apostando no humilde eleitor, que é para vocês que eles vão trabalhar. Nós temos que pensar na melhoria da nossa comunidade”, defendeu.

Por sua vez, o presidente da Câmara Cícero Moutinho, reforçou seu apoio ao projeto do candidato da coligação Governo de Atitude. “Quero dizer a vocês que não podemos perder essa oportunidade, essa esperança que se chama Mauro Carlesse”, declarou, apontando benefícios trazidos para o município por Carlesse ainda quando deputado estadual, e mesmo não sendo ele da região. “O homem colocou uma emenda de R$ 100 mil para o nosso posto de saúde no Setor Rodoviário. Ele nos prometeu ambulância e uma já está a caminho”, exemplificou.

Rocha Miranda fez duras críticas à postura política e administrativa do governo anterior e também apontou Carlesse como uma esperança para o Tocantins. “Eu vou ajudar você, Carlesse a construir esse Tocantins”, declarou.

Em Augustinópolis, Mauro Carlesse também esteve acompanhado do candidato a vice-governador Wanderlei Barbosa, dos deputados federais Cesar Hallum (PRB) e Carlos Henrique Gaguim (DEM), dos deputados federais Luana Ribeiro, presidente da Assembleia Legislativa; Olyntho Neto e José Bonifácio.

Em discurso, Hallum voltou a destacar a insegurança vivenciada no Tocantins após a cassação do mandato do ex-governador Marcelo Miranda e o trabalho que vem sendo realizado por Carlesse para promover estabilidade e mudanças na gestão estadual. “O Estado virou de pernas para o ar e agora vem essa eleição suplementar. Nos entendemos que o Estado precisa de estabilidade política neste momento para trazer segurança para sua gente – seus funcionários, fornecedores, investidores e a população em geral”, destacou. Para tanto, defendeu Hallum, é necessário eleger Mauro Carlesse no dia 3 de junho. “Trocar de governador outra vez será mais um grande tumulto para o Tocantins”, disse em defesa da estabilidade.

A agenda no Bico do Papagaio será retomada na tarde deste domingo, com caminhadas e reuniões nos municípios de Esperantina, Buriti, São Sebastião, Carrasco Bonito, Sampaio e Praia Norte.

 

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.