Obra abandonada no rio Arraias

“Arraias precisa urgentemente da conclusão dessa obra. Olha quantos milhões investidos e nenhum benefício pro povo dessa cidade. Nós vamos resolver”, garantiu o candidato a governador pela Coligação A Verdadeira Mudança, Carlos Amastha (PSB), durante visita segunda-feira, dia 28, à obra de barramento do Rio Arraias, iniciada ainda em 2010, no governo Marcelo Miranda, e paralisada em razão de várias fraudes em licitação entre elas superfaturamento de preço.

Além de garantir o abastecimento de água na cidade e região, a obra, com orçamento inicial de R$ 20 milhões (metade do custo), iria impulsionar a agricultura irrigada no município.

Ao conversar visitar o centro da cidade, Amastha conversou com comerciantes e moradores. Uma delas, dona Maria de Lurdes, que reclamou da falta de oportunidades para os jovens. “Meus filhos vão terminar o ensino médio e não vão ter nem emprego. Queria que eles estudassem, mas não é tão fácil assim pra gente”, lamentou a moradora.

Hoje, o comércio de Arraiais sofre forte concorrência de Campos Belos (GO), que paga impostos mais baixos do governo goiano e consegue o vender seus produtos a preços mais baratos. Esse cenário faz com que 25% dos seus consumidores sejam do município de Arraias.

 

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.