Uma parceria entre o Colégio Estadual Osvaldo Franco e o Laboratório Quality, de Araguatins, possibilitou aos estudantes da Educação de Jovens e Adultos (EJA), e do 9º ano do ensino fundamental, uma visita ao laboratório. A ação teve como objetivo vivenciar na prática os conteúdos das disciplinas de Química sobre o processo de centrifugação sanguínea, método no qual separa todos os componentes que estão no sangue.

Organizados em pequenos grupos, a visita ocorreu em duas etapas para cada turma, a primeira realizada das 9h às 11h e a segunda das 14h às 16h, dos dias 07 a 10 de maio.  Para o acompanhamento das coletas no laboratório, cada estudante recebeu o seu equipamento de proteção individual.

Observaram à coleta de sangue, identificação do material, processo de centrifugação, análise clínica e fases resultantes no qual foi possível compreender, com o uso do microscópio, a diferença entre hemácias saudáveis e anêmicas. Para finalizar a visita os alunos conheceram todos os setores do laboratório e o princípio de funcionamento dos materiais utilizados.

De acordo com a professora de química, Cleidiane Bispo Gomes, “a manipulação do objeto de estudo é fundamental para a aprendizagem, pois as aulas práticas complementam o conteúdo teórico, melhora a assimilação do conteúdo, abre novos horizontes e instiga a curiosidade dos alunos”.

“Sem a ida ao laboratório não teria me saído bem no seminário de separação de misturas. É mais fácil de entender vendo”, disse Ricardo Milhomem da Silva, do 9º ano do ensino fundamental.

Eliabe Antonio Miguel, gestor da unidade destacou a importância desta parceria para ampliar a aprendizagem dos alunos.  Segundo ele, “as visitas ao laboratório contribuem nas aulas de Ciências exatas e da natureza. E após conversa com o responsável pelo Quality foi definido que, visando o aprimoramento das aulas, a comunidade escolar constantemente desenvolverá atividades no laboratório”, concluiu Eliabe Antonio Miguel.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.