Em reunião neste domingo, 20, com produtores rurais dos assentamentos da Serra de Taquaruçu, distrito de Palmas, a candidata ao governo Kátia Abreu (PDT), detalhou as propostas de seu plano de governo para a agricultura familiar.

“O Governo vai ajudar a organizar os agricultores, por meio de cooperativas, criar a agência do produtor, adquirir parte de sua produção para merenda escolar, presídios e hospitais. Vamos ajudar a abrir mercado para a comercialização dessa produção”.

Ela reforçou que o foco é fomentar o desenvolvimento do setor com o aumento da produção e a geração de emprego e renda. “Quero mais emprego para o povo, quero vocês comprando mais terras, quero um povo alegre e feliz”, enfatizou.

Kátia também anunciou a criação de oito usinas regionais de asfalto, máquinas para recuperar as estradas vicinais, assistência técnica, programas de capacitação profissional, máquinas para perfuração de poços artesianos e abertura de açudes, além da titulação de terras. “Vamos fazer um mutirão de titulação de terras. Desburocratizar a vida dos pequenos agricultores é um dos nossos principais objetivos”, garantiu.

Suasa

Com objetivo de assegurar maior segurança alimentar à população tocantinense, Kátia Abreu ainda anunciou que fará a implantação do Suasa – Sistema Unificado de Atenção a Sanidade Agropecuária – do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) no Tocantins.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.