A Polícia Militar atendeu, nesta terça feira, 15, ocorrência de roubo de veículo mediante sequestro, em Palmas. Autores foram localizados em Tocantínia e, após interceptação, estes não obedeceram, vindo a efetuar disparos contra as equipes.

Para cessar a injusta agressão os policiais revidaram e atingiram três indivíduos. Um faleceu no local e outros dois foram encaminhados para atendimento médico. O outro envolvido fugiu e tentou se esconder, atirando contra os policiais, sendo necessário repelir a injusta agressão, na preservação da sua vida e aplicação da lei, efetuando disparos de arma de fogo. A equipe prestou os primeiros socorros, acionando Corpo de Bombeiros. Não foram localizados documentos dos autores.

Foram apreendidas 04 (quatro) armas de fogo, sendo 03 (três) revólveres calibre 38 e 01(uma) arma tipo garrucha, os quais foram recolhidos pela perícia e encaminhados pra procedimentos.

Informa também que já foram adotas as providências preliminares, conforme orienta a legislação específica e os fatos serão apurados em Inquérito Policial Militar, em fase de instauração.

Entenda o caso

A Polícia Militar foi acionada por vítima de roubo de veículo automotor com uso de extrema violência, na área Norte da capital. Segundo a vítima, esta foi abordada por quatro elementos armados de arma de fogo e arma branca, os quais efetuaram o assalto. Vítima obrigada a conduzir o veículo até a quadra 901 Sul, sobe a mira de um revólver. Autores bastante agressivos, os quais ameaçavam a vítima de morte. Na Avenida Teotônio Segurado, próximo à LO 23, desembarcaram a vítima, a despiram e a amarraram em um matagal. Após evadirem, proprietário do veículo acionou a polícia para atendimento.

Informações apontaram que veículo oriundo do roubo bem como autores transitavam na cidade de Tocantínia/TO. Equipes da PM deslocaram para a cidade e depararam com o automóvel na TO – 050, ocupado por quatro indivíduos, os quais não obedeceram ordem de parada das viaturas, furando bloqueio policial e atirando contra as equipes.

Para cessar a injusta agressão os policiais revidaram e atingiram três indivíduos. Um faleceu no local e outros dois foram encaminhados para atendimento médico. O outro envolvido tentou fugir, mas foi localizado posteriormente em um terreno. Mesmo com ordem de rendição, o envolvido reagiu usando um revólver de calibre 38, sendo necessário repelir a injusta agressão, na preservação da sua vida e aplicação da lei, efetuando disparos de arma de fogo. A equipe prestou os primeiros socorros, acionando Corpo de Bombeiros.

Cessada a intervenção, verificou-se que uma das viaturas foi alvejada por disparo de arma de fogo, mas não veio a atingir os militares.

Local isolado e solicitada perícia, que realizou os procedimentos necessários e, posteriormente, encaminhamento do corpo ao IML. Foram apreendidas 04 (quatro) armas de fogo, sendo 03 (três) revólveres calibre 38 e 01(uma) arma tipo garrucha, os quais foram recolhidos pela perícia e encaminhados pra procedimentos.

A Polícia Militar destaca que a atuação neste tipo de ocorrência é de se preservar vidas e aplicar a lei. Infelizmente, nos casos em que há resistência ativa por parte dos cidadãos infratores, seguindo os limites preconizados nacional e internacionalmente sobre utilização da força e arma de fogo, não restou outra alternativa senão preservar a integridade física da equipe. Informa também que já foram adotas as providências preliminares, conforme orienta a legislação específica e os fatos serão apurados em Inquérito Policial Militar, em fase de instauração.

 

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.