Depois de um dia intenso de atividades em Araguaína, com caminhada pelo comércio na qual ganhou dos comerciantes e moradores em geral o respaldo e o apoio a suas propostas, o candidato a governador do Estado Carlos Amastha (PSB) foi surpreendido com a informação de que o Comitê 40 da coligação “A Verdadeira Mudança” havia sido fechado pela Polícia Militar, já na noite desta terça-feira, 22. “Agora tenho certeza que estou em primeiro lugar nas pesquisas e que posso vencer as eleições no primeiro turno, porque um ato truculento como esse traduz muito bem o desespero de meus adversários”, reagiu Amastha.

O ex-prefeito de Palmas, que garantiu que, se eleito, irá ajudar o prefeito Ronaldo Dimas a resolver problemas crônicos do município que foram deixados de lado por vários governos, referiu-se ao motivo pelo qual o comitê foi fechado – uma informação incorreta sobre o número do lote da sede do comitê, revelada por uma “denúncia anônima”.

O departamento jurídico da coligação já está tomando as providências cabíveis e garante que o comitê será reaberto nesta quarta-feira, 23.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.