Por meio do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), o Hospital de Doenças Tropicais da Universidade Federal do Tocantins (HDT-UFT), localizado no município de Araguaína (TO) foi contemplado com R$ 2.132.907,20, sendo R$ 1.238.321,20 em custeio e R$ 894.586,00 em investimentos. As portarias do Ministério da Saúde nº 1.093 e 1.094, que tratam sobre os recursos orçamentários e financeiros estão disponíveis no Diário Oficial da União (DOU) desta terça-feira (02).

O objetivo do programa é criar condições materiais e institucionais para que os hospitais federais geridos pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) possam desempenhar plenamente suas funções em relação às dimensões de ensino, pesquisa e extensão e de assistência à saúde da população.

Para o superintendente, José Pereira Guimarães Neto o recurso vai possibilitar um grande avanço na ampliação dos serviços ofertados pelo hospital. “Esta é mais uma grande conquista para o HDT-UFT e consequentemente para a população de Araguaína e região, pois a nossa missão é justamente essa de proporcionar um atendimento de qualidade aos nossos usuários promovendo melhorias a fim de chegarmos cada vez mais próximos da excelência”, disse.

Sobre a aplicação dos recursos

O gerente administrativo Missael Araújo de Lima explicou que o recurso de custeio será utilizado para complementar os contratos de serviços continuados vigentes, aquisição de medicamentos e materiais médicos e, em novos contratos cujas licitações se encontram em andamento. O recurso de investimento será utilizado na aquisição de equipamentos para implantação de novos serviços no hospital como o de cirurgia geral, ginecológica e dermatológica, de diagnóstico em oftalmologia, pneumologia, ginecologia, dermatologia, gastrologia/hepatologia e serviço diagnóstico por imagem, cardiologia entre outros.

“Ainda serão adquiridos outros equipamentos e mobiliários para o hospital dia e alas da unidade. Já na área de infraestrutura física, será realizada adequação e reforma do centro cirúrgico e execução do projeto de combate a incêndio”, finalizou.

Rehuf

Localizados nas cinco regiões do país, 49 hospitais universitários federais já podem contar com um reforço financeiro de R$ 189 milhões. A verba prevê o custeio de materiais de uso diário das unidades (R$ 155,3 milhões), além de investimentos em reformas, obras e aquisição de equipamentos (R$ 33,8 milhões). Os recursos financeiros serão liberados mediante a comprovação da liquidação dos empenhos.

Segundo o presidente da estatal, Kleber Morais, a liberação de grande parte dos recursos do Rehuf destinados para 2017, ainda no primeiro semestre, é fundamental para a melhoria dos serviços prestados de forma gratuita, pelo Sistema Único de Saúde (SUS). “Com esse volume de recursos já no primeiro dia útil de maio, os hospitais ficarão abastecidos e sem inadimplência nos compromissos assumidos e, em alguns casos, poderão dar andamento.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.