Halum

O deputado federal César Halum (PRB-TO) denunciou na última quinta-feira, 25, na Câmara dos Deputados, o descaso com a saúde no município de Araguaína se referindo à ausência de médico perito do INSS que já completa mais de dez meses.

Segundo o congressista, haviam cinco médicos, sendo dois aposentados, e três o INSS transferiu para atender ao desejo do servidor. “As pessoas doentes precisam fazer perícia e têm que se deslocar até 250 km de distância”, disse Halum.

Halum criticou também a forma que a reforma da previdência tem sido tratada, segundo ele também falta gestão. “Não podemos aceitar isso e quando vem com essa história de que é preciso fazer reforma na previdência, porque estamos precisando de recursos para cobrir déficit, mas estamos precisando de gestão. Não é possível permitir que uma cidade como Araguaína fique há dez meses sem um médico perito”, concluiu.

O republicano encaminhará esta semana ofício ao presidente do INSS, Leonardo Gadelha, solicitando medidas emergenciais para solucionar o problema.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.