Sisepe/TO
Sisepe/TO

As reclamações constantes a respeito das condições de trabalho no PROCON de Gurupi fizeram com que o Sindicato dos Servidores Públicos no Estado do Tocantins (SISEPE-TO) emitisse notificação extrajudicial para a secretária da Cidadania e Justiça do Tocantins, Gleidy Braga. O Sindicato tem lutado por providências quanto à manutenção ou imediata substituição dos refrigeradores de ar, ou ainda, que os servidores públicos sejam transferidos para outro prédio em que haja climatização adequada.

“Temos recebido reclamações constantes por parte dos servidores e fomos pessoalmente ao órgão para verificar a situação. O sistema de ventilação apresenta problemas e isso causa transtornos não somente para quem trabalha, como também para a população que precisa dos serviços do PROCON”, argumenta o delegado Regional Sul do SISEPE-TO, João Gualberto.

Na notificação, o Sindicato afirma que os climatizadores de ar instalados no local não atendem à demanda, deixando o ambiente quente e extremamente abafado. “O ambiente laboral dos servidores apresenta climatização insuportável, agravado pelas altas temperaturas enfrentadas pelo Estado do Tocantins, tornando-se inviável e desumano obrigar pessoas a trabalhar dentro de salas fechadas e sem a utilização de eficientes refrigeradores de ar”, consta da Notificação.

Um prazo de 72 horas foi dado a fim de que os problemas de climatização sejam resolvidos ou os servidores sejam transferidos para outro prédio com climatização adequada. Findo este prazo e, caso as providências não sejam tomadas, o SISEPE-TO encaminhará cópia da notificação extrajudicial ao Ministério Público Estadual e poderá tomar medidas judiciais para a solução do problema.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.