A Delegacia de Investigações Criminais (Deic), com apoio da 2ª Delegacia de Polícia de Paraíso (2ª DP) e da diretoria de Inteligência e Estratégia da Secretaria de Segurança Pública (SSP) desarticulou uma quadrilha especializada em assalto à instituições financeiras, durante operação realizada na última sexta-feira, 06, no projeto de assentamento Manchete, município de Marianópolis.

Em coletiva de imprensa, concedida na manhã desta terça-feira, 10, o delegado da Deic/TO, Vinicius Mendes afirmou que a polícia civil do Tocantins recebeu informações da Deic de Goiás, de que a quadrilha teria migrado para um assentamento em Marianópolis (TO). “A partir daí, a Deic/TO teve o apoio do serviço de inteligência da SSP para investigar o caso”, afirma o delegado.

Segundo o diretor de Inteligência e Estratégia da SSP, delegado Bruno Sousa Azevedo, a equipe de investigação foi designada dias antes da operação. “Nosso trabalho foi acionado para facilitar a ação policial. Foi feito todo o trabalho de inteligência, com base num serviço de monitoramento no próprio local e o relatório foi repassado, tanto para Deic quanto para a 2ª DP de Paraíso, que deu apoio na operação”, afirma.

De acordo com o delegado Vinicius Mendes, a partir do serviço de inteligência, as equipes da Deic e da 2ª DP de Paraíso foram até o Projeto de Assentamento Manchete, em Marianópolis, para identificar e prender os associados na prática criminosa.

“Chegando à chácara onde a quadrilha se encontrava amoitada, os agentes foram recebidos com tiros. Ao revidarmos, Adriano Teixeira, 27 anos, que atirava com uma arma roubada da polícia civil de Goiás, foi neutralizado. Na troca de tiros, um adolescente de 16 anos, que também era integrante da quadrilha, foi atingido”, relata o delegado, afirmando ainda que um terceiro elemento conseguiu fugir do local.

As investigações da polícia civil apontaram que os envolvidos praticavam diversos roubos na região com o objetivo de estruturar a organização criminosa.

Na chácara foram apreendidas duas pistolas, um revolver, um simulacro de fuzil, dois maçaricos com botijão, aparelhos de celular, quatro coletes balísticos, quatro emulsões explosivas com cordéis detonadores e espoletas, munições, três balaclavas, luvas e uma motocicleta que havia sido roubada no dia anterior, nas proximidades do assentamento.

Posteriormente à ação da polícia, equipes do GOTE e da Deic fizeram diligências no intuito de localizar o terceiro suspeito. Adriano Teixeira não sobreviveu, já o adolescente foi encaminhado ao Hospital Regional de Paraíso.

Participaram da coletiva de imprensa Liliane Albuquerque Amorim, delegada titular da Deic/TO, Vinicius Mendes, delegado adjunto da Deic/TO, Alex Vasconcelos, delegado titular da Deic/GO, e Bruno Sousa Azevedo, diretor de Inteligência e Estratégia da SSP.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.